Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

QTDEI: Propriedade intelectual, autorias, plágios: direitos, (...)

QTDEI: Propriedade intelectual, autorias, plágios: direitos,(ab)usos e
desafios
(problemática histórico-filosófica, jurídico-social e tecnológica)
 - este sim, o título completo! Uff! -

Este pequeno workshop foi mais uma das sessões que, com diversos temas, se fazem com regularidade sob o patrocínio do DEI no ISEP. Decorreu no dia 5 de Dezembro (chuva a mais..) apenas durante a tarde.

Teve 3 oradores: a Doutora Otília Lage -
A autoria em questão no ciberespaço: plágios e "contra-assinatura" -  aqui a vossa caríssima (adorei aquela da consultora em bibliotecas digitais:obrigada Engº, MESMO) - Propriedade intelectual: algumas considerações sobre o conceito e a sua dimensão no ambiente digital - e por fim o Engº Paulo Ferreira - Uma perspectiva histórico-tecnológica das patentes e do copyright.

Começou com o tom sempre académico que a Doutora Otília imprime a estas coisas.
Passou à minha travessia absolutamente meteórica sobre Direito, o que é isso de Direito, passar depressa para os Direitos de Autor, diferenças entre Direito de Autor e Copyright, tratados internacionais existentes, Directivas e Lei em vigor para principiantes.
Quando acabei, pareceu-me que tinha só acabado de ler o título do tema!... lol
O Engº Paulo Ferreira deu uma daquelas suas apresentações cheias de humor e, sobretudo, sumo, muito sumo.

Mas o melhor deste workshop, é que o período de debate e de perguntas deve ter sido maior do que as apresentações todas juntas, e ainda teve de se "cortar o pio" a algumas pessoas.
Isto sim, são eventos a que dá gosto ir.
As pessoas que vão estão interessadas em aprender, têm dúvidas e querem tirá-las. Se for preciso estarem 3 pessoas a mostrar pontos de vista diferentes e tudo a tentar dar uma resposta o mais correcta possível está-se. E esteve-se.
Assim é bom partilhar conhecimentos, ainda que tivessemos saído lá para as 20:00h.
Assim sabe bem.
E o que é interessante, é que quem assistiu (e a sala não estava vazia) não eram profissionais LIS. Nem bibliotecários, nem arquivistas, nem documentalistas, nem museólogos, nem gestores de informação. Eram engenheiros e futuros engenheiros informáticos.

Que diferença para o Seminário do CPF...


publicado por Cristina Mouta às 03:01
link do post | comentar | favorito

. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Arquivos

.Links

......algumas ideias


Amnesty
International

.Sic transit gloria mundi

Locations of visitors to this page

.tags

. ambiente(2)

. amizade(3)

. amor(2)

. aprendizagem(3)

. autor(2)

. banda desenhada(2)

. biblioteca pública(2)

. bibliotecas(3)

. carlos drummond de andrade(2)

. censura(2)

. cultura(6)

. direitos de autor(4)

. direitos humanos(4)

. fernando pessoa(3)

. incentivo à leitura(4)

. leitura(3)

. liberdade de expressão(3)

. natal(4)

. poesia(4)

. solidariedade(3)

. todas as tags

.subscrever feeds

RSSPosts

RSSComentários

RSSComentários do post