Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

Seminário sobre disponibilizar informação na web: problemática e desafios

Os trabalhos (?)

Este Seminário decorreu como resultado de uma parceria da BAD e do CPF.
O Menú era convidativo, com pratos de fazer crescer água na boca.
Azarito!
È espantosa a quantidade de vezes que caímos na mesma canção!...
Não duvido da qualidade dos títulos académicos dos oradores, e muito menos das boas intenções de todos, desde a organização aos oradores e até mesmo aos assistentes.
O que me faz espécie é que, não apenas uma, mas DUAS juristas, vão a uma conferência destas debitar termos técnicos, que foram e se calhar um dia serão (fazendo uma brincadeira com a obra de T.H. White) circunstâncias concretas. Para usar os mesmos termos, falaram imenso de disposições gerais e abstractas que já não estão em vigor, outras que estão em vigor tipo "pica montinhos" (como se ouviam dantes em sample os discos de vinil...), outras que se calhar ainda vão estar em vigor daqui a uns dias e, melhor ainda, outras que deverão ser revistas e tornadas Directivas para serem integradas e harmonizadas com o Ordenamento jurídico nacional, por força do artº8 da Constituição da República Portuguesa.
E no fim: "desculpem lá qualquer coisinha, porque isto se calhar são termos muito técnicos para vocês, mas olhem, quem perceber percebeu, os outros, perguntem ao advogado da empresa."
Que lata!!!
Vão a um seminário de profissionais fora da área delas, têm perfeita consciência disso, mas não esboçaram o menor esforço para adequar a linguagem de forma a que todos as pudessem entender.
As únicas pessoas que conheci pessoalmente até agora e que tinham esse tipo de comportamento, uma era deficiente mental, as outras faziam-no para conseguir status e revelar ao mundo como os outros eram seres inferiores por não entenderem linguagem tão "chãzinha".
Eu estou convencida que as pessoas saíram de lá para o almoço mais confusas do que quando entraram. E as que queriam aprender também!!
E se há confusão quanto a estes assuntos nos círculos dos profissionais de LIS!
De tarde, mais um prato com mais nome que conteúdo. Nem sei porque não lhe deram nome francês e chamaram Nouvelle Cuisinne...
Nada de novo fosse qual fosse a direcção da bússola!

publicado por Cristina Mouta às 01:53
link do post | comentar | favorito

. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Arquivos

.Links

.tags

. ambiente(2)

. amizade(3)

. amor(2)

. aprendizagem(3)

. autor(2)

. banda desenhada(2)

. biblioteca pública(2)

. bibliotecas(3)

. carlos drummond de andrade(2)

. censura(2)

. cultura(6)

. direitos de autor(4)

. direitos humanos(4)

. fernando pessoa(3)

. incentivo à leitura(4)

. leitura(3)

. liberdade de expressão(3)

. natal(4)

. poesia(4)

. solidariedade(3)

. todas as tags

.subscrever feeds